Sensação de água de cachoeira, sem irritação dos olhos, ressecamento de pele e cabelos através da eletrólise salina. A cloração salina ou eletrólise, baseia-se no conhecimento das propriedades antissépticas do sal mineral.

Nosso gerador de cloro produz cloro natural de forma automática a partir do sal que se dissolve na água. E a desinfecção é mais eficiente devido à ação combinada do cloro livre e da eletrofloculação, tornando a piscina cristalina, saudável e muito mais prática de mantê-la.

Adiciona-se sal comum à água da piscina na proporção de aproximadamente 4 gramas por litro de água (uma proporção dez vezes menor que a do sal no mar e muito semelhante a de uma lágrima). Uma vez dissolvido, aplica-se uma corrente eléctrica (gerada pelo painel elétrico) na célula de eletrólise, convertendo o sal em cloro e, portanto, obtendo assim o produto desinfetante necessário para a água da piscina, que destrói todos os microrganismos que possam existir. Depois do cloro ter cumprido a sua função como agente desinfetante, volta a tornar-se sal, pois a concentração de sal permanece, e só é preciso fazer reposições devido à perda como consequência, por exemplo, das retro lavagens do filtro, evaporação…

Vantagens

Comodidade: produz cloro de forma automática e elimina a aplicação constante de cloro tradicional. Pureza: Impede a formação de algas e a água da piscina fica sempre limpa, saudável e cristalina. Segurança: Elimina a possibilidade de dosagem errada, transporte, armazenamento e manipulação de cloro granulado convencional. Saúde: Sensação de banho agradável para o usuário, pele menos ressecada, não irrita os olhos além de ser um produto sustentável.

Necessita de mais informação? Contate-nos que esclareceremos as suas dúvidas.

Gerador de Cloro BZ

O Gerador de Cloro BZ foi desenhado especialmente para o mercado brasileiro. Produz cloro de forma automática, ajudando a ter piscina de água cristalina, saudável e muito pratica de manter. A água salgada numa proporção parecida a de uma lágrima humana, passa através dos eletrodos de titânio, situados na célula onde acontece o processo de eletrólise que gera o cloro suficiente para manter a água em ótimas condições e de uma forma econômica.